AJUDE-NOS A CRESCER CURTA NO FACEBOOK

quarta-feira, 17 de maio de 2017

5 curiosidades sobre os seios femininos

Os seios femininos são objeto de fixação para muitos homens que acabam nutrindo amor por essa parte do corpo das mulheres. Mas nem sempre temos as informações adequadas sobre eles.








1) Eles nem sempre tem sensibilidade

Nós adoramos tocar (entre outras coisas) nos seios, mas não são todas as mulheres que sentem algo quando fazemos isso. Alguns seios maiores podem perder a sensibilidade e elas acabam não sentindo quase nada. Tocar neles nem sempre significa que ela irá ficar excitada.

2) Eles ficam maiores e mais sensíveis no período menstrual

No período menstrual os seios crescem e ficam mais sensíveis. Mas não necessariamente uma sensibilidade positiva. Geralmente é uma sensibilidade que faz com que eles fiquem doloridos e, ao serem tocados, podem causar algum desconforto ou dor para elas.
Algumas mulheres relatam que preferem que não toquem nos seios durante esse período.

3) Eles nem sempre tem o mesmo tamanho

Os seios femininos são assimétricos. Ou seja, cada um pode ter um tamanho diferente e até mesmo os mamilos podem diferenciar entre si. Em alguns casos as diferenças passam despercebidas, por serem poucas, mas há casos em que se tem muita diferença entre um e outro. E isso é completamente normal.

4) Elas têm certo controle sobre eles

As mulheres sabem o que fazer para deixar os seios parecendo maiores e mais esbeltos. Existem várias formas de fazer isso, seja com o auxílio de roupas íntimas ou movimentando certas partes do corpo. Elas também utilizam isso na hora da conquista.
Por isso, da próxima vez que você ver um decote interessante, saiba que ela está fazendo isso de propósito.

5) Tocá-los não faz com que ela fique excitada

Como foi falado, não são todas as mulheres que tem sensibilidade nos seios e a maioria das mulheres não ficam excitadas quando são tocadas nos seios. É necessário um pouco mais de esforço para fazer com que ela entre no clima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Native